NESTAR.world | IMP3 - Apresentação

O projeto IMP3 nasceu da iniciativa Multimedia Thesaurus, uma ideia desenvolvida por Rosemary & Harry Mountain na Universidade de Concórdia, Montreal, para facilitar a conversação sobre a música. Inicialmente com o nome NESTAR - Network of Exploratory Spaces for Temporal Arts Resource, o projeto foi posteriormente denominado de Interactive Multimedia Playroom. Em Portugal, está também a ser explorado pela Universidade de Aveiro com a designação de IMP.Cubed (IMP3) - Interactive Magic Places, People and Practices, tendo já sido alvo de um projeto de mestrado da colega Inês Rocha e de um trabalho de licenciatura das colegas Ana Filipa Lacerda, Daniela Rei, Mónica Carvalheira e Rita Morais.

  

O IPM3 tem como base uma plataforma para a investigação do som, movimento, imagem, palavras e tempo, e as interações entre os mesmos. É principalmente uma ferramenta de colaboração e partilha, com inúmeras potencialidades, quer para experimentos ao nível psicológico (perceção, estado de espírito e emoções); quer para análises de música, filmes e multimédia; colaborações artísticas; composição musical; estudos culturais; estudos de mercado; team-building e jogos. 

  

Concebida para ser explorada em espaços públicos e/ou museus generalistas e centros de ciências, a instalação IMP3 caracteriza-se como um ambiente imersivo de interface tangível. 

 

 

Especificações técnicas actuais:

Instalação física | cubo 3D de 5 linhas por 5 colunas

Projecção de fotografias e vídeos / reprodução de sons

Utilização de marcas fiduciais para interagir com a instalação

Sistema PD – permite manipulações do som, imagem e vídeo

publicado por monica-ribeiro às 22:43
link do post | comentar